Como fica o setor de moda com a liberação dos comércios?

O setor de modas voltará a crescer após a reabertura dos comércios ?

Aos poucos uma certa ” normalidade” toma conta de São paulo e os comércios de rua e Shoppings centers começam a ampliar os horários para atendimento aos clientes, alguns desfiles também aparecem nos planejamentos e o setor tenta se reinventar uma vez que foi castigadamente atingido pela covid 19.

Num período onde as pessoas ficavam dentro de suas casas de pijamas, trabalhando home office, não precisamos explicar aqui que as vendas de roupas despencaram. Em contrapartida, ítens para casa aumentaram e muito as vendas.

Mesmo em junho por conta do dia dos Namorados as vendas de roupas continuaram baixíssimas mesmo vendas online, a salvo venda de lingeries por conta da data comemorativa, e só…

Os serviços que vêm acompanhado com a Moda.

Andando de mãos dadas com o Mundo da Moda temos os setores de prestação de serviços de consertos e reformas  de roupas em Sp  por exemplo. Entende-se por conserto de roupas não necessariamente uma roupa com avaria para restaurar, mas também uma roupa fora de medidas para ajustar.

Uma vez que as pessoas ficaram sem comprar roupas, o que dirá dessas mesmas pessoas levarem roupas para ajustar na costureira ? Portanto o desemprego é muito maior do que necessariamente somente modelos, grandes lojistas, estilistas.

A falta de circulação das pessoas vem de baixo para cima e de cima para baixo, atingindo a tudo e a todos.  Vimos modelos super preocupadas com o cancelamento de grandes eventos, muitos lojistas desesperados por não poderem trabalhar em suas lojas de shoppings, mas também vimos muitos vendedores pequenos que transformaram seu negócio em uma loja digital e conseguiram faturar ainda mais do que antes da pandemia.

Entretanto, mais do que nunca, as pessoas estão buscando por preço baixo.  Quer dizer, estão procurando por muita qualidade, mas desejando preço baixo. E convenhamos… Qualidade alta e preço baixo nunca combinaram.

As especulações mostram que misteriosamente a China está mais próspera do que nunca, e como a mão de obra escrava na China é super poderosa eles tem um lastro muito grande para queimar no setor de moda e em vários setores do mundo.

Mas qual seria esse lastro na Moda ?

Por exemplo, uma blusa que aqui no Brasil teria um custo de 20 reais por exemplo( custo de fabricação somente), lá eles fazem a menos de 5 reais e olhe lá… Consequência disso? Eles podem aumentar para 10, para 12 reais e ainda será vantajoso comprar da China.

Contudo, esse aumento da mão de obra da China causará impacto no mundo todo e provavelmente causará inflação nos produtos Importados que trazemos da China.

Na outra ponta do mercado temos as exportações que fazemos para a China, principalmente de alimentos… Consequência disso?  Arroz a 25 reais o pacote e óleo a mais de 10 reais.

Essa é a tal globalização que tanto buscamos e não temos como evitá-la.

Agora nos resta aguardarmos as cartas na manga que a China tem e dançarmos conforme a música pois o comércio está voltando e a China produzindo como nunca, num preço ainda mais atrativo para eles, ao passo que os consumidores brasileiros querendo cada vez mais barato e os lojistas pagando cara vez mais caro nos produtos.

Novamente falando sobre os consertos de roupas nos Ateliês de Costuras em Sp veremos muitas vezes os clientes falarem que ” o molho tá saindo mais caro que o peixe” , que significa que o preço do conserto de roupas tá saindo mais caro do que a roupa em sí. Muitos blogs estão falando sobre isso no setor de costureira em sp

 

E realmente isso pode ocorrer, principalmente quando a roupa é de baixa qualidade, comprada em lugares cuja fabricação é evidente que usa mão de obra escrava, e na hora de levar a um ateliê de costuras legalizado, onde as costureiras são registradas, o custo para um ajuste de roupas não é muito barato.

Portanto só nos resta aguardar e tentar driblar essa situação que deixou todos sem sono.

Um grande abraço.