4 dicas de ergonomia do ortopedista Diogo Fagundes para um home office com mais saúde

A realidade do novo coronavírus mudou o estilo de vida das pessoas e empresas, impondo a necessidade de novas rotinas de trabalho, como é o caso do home office (escritório em casa). Segundo pesquisa da FGV, o Brasil é o terceiro país com maior crescimento do home office no mundo, com mais de 9 milhões de profissionais trabalhando remotamente.

Apesar do número expressivo, a urgência dessa transição, imposta pela necessidade da pandemia, representou um fator bastante desfavorável aos profissionais que, em sua maioria, não possuem o mobiliário ergonômico em suas casas.

Pensando na qualidade de vida dos profissionais que estão trabalhando de casa, confira neste artigo 4 dicas de ergonomia do Ortopedista e Traumatologista Diogo Fagundes para um home office sem dores e com mais saúde.

 

  1. O segredo da postura correta

No escritório das empresas as mesas possuem altura, comprimento e profundidade padronizada e as cadeiras possuem ajustes, como controle de altura, para dar aos profissionais conforto e ao mesmo tempo otimização em seu trabalho.

Em casa a situação é totalmente diferente, já que o trabalho em home office pode ser feito em um local com mobiliário inadequado, como por exemplo a mesa de jantar ou poltrona na sala de estar.

Segundo o doutor Diogo Fagundes, a postura correta é fundamental para evitar dores nas costas, braços e pernas ´´um bom ambiente de trabalho envolve condições de mobília para que tenha-se a postura adequada. Cadeira de encosto total para coluna vertebral, apoio para cotovelos e altura da tela do computador alinhada aos olhos são detalhes que fazem toda diferença num dia intenso de trabalho. Geralmente as empresas fornecem essa condições, já em casa, lugar que não temos hora para terminar de trabalhar, é ainda mais importante ficar atento à esses detalhes.“

 

  1. No home office, esteja confortável

Fora do ambiente profissional, o trabalhador pode ficar mais confortável, porém tomando cuidado para que este conforto não comprometa sua produtividade e saúde.

Usar roupas mais leves e calçados como tênis, podem ser boas opções pois diminuem o desconforto, principalmente se o mobiliário em casa não é adequado de acordo com as NR 17 (norma regulamentadora relacionada à ergonomia no ambiente de trabalho, de acordo com Capítulo V, Título II da CLT)

 

  1. Invista em mobiliário profissional

Com o crescimento do home office, os móveis para escritório estão mais populares e seu investimento é fundamental para profissionais e empresas que seguem e desejam seguir, a longo prazo, essa modalidade de trabalho.

Busque móveis que atendam as normas regulamentadoras NR17, como cadeiras com ajustes de braço, controle de altura e encosto alto. Nas mesas, observe a profundidade e altura, e opte por aquelas que tenham espaço livre para as pernas se movimentarem.

 

  1. Como acabar com as dores nas costas no home office

A prevenção é sempre a melhor saída.

Trabalhando em home office algumas atitudes podem ser essenciais para garantir mais saúde e conforto, além de contribuir para com otimização e aumento da produtividade:

  • Faça curtos períodos de descanso, alongando-se para relaxar os músculos;
  • Hidrate-se pelo menos, com 2 litros de água por dia;
  • Invista em uma dieta equilibrada e saudável;
  • Controle o peso;
  • Faça atividades físicas, ao menos 3 dias na semana, no mínimo 30 minutos por dia;

Caso esteja trabalhando em home office e estiver sentindo incômodos musculares procure auxílio profissional para avaliação e tratamento.

O médico ortopedista e traumatologista Diogo Fagundes tem formação pelo Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro, é membro da SBOT- Sociedade Brasileira em Ortopedia e Traumatologia, com fellowship em cirurgia do joelho pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho e tem passagem pelo Clube de Regatas do Flamengo.

Doutor Diogo Fagundes atende todos os casos relacionados ao sistema musculoesquelético e atualmente, com o advento da pandemia por COVID-19, além do consultório próprio, se dedica às teleconsultas, diminuindo distâncias e facilitando a comunicação entre médico e paciente.

Agende sua consulta, seja presencial ou por telemedicina, e invista em mais saúde e qualidade de vida.

Via WhatsApp: 22 99224-6442

Siga-me no Instagram

Leia Também: Dores nos joelhos: as causas, sintomas e principais lesões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *